fbpx
Visual Merchandising: a chave para um negócio de sucesso

Visual Merchandising no PDV: motivos para implementar já

O Visual Merchandising engloba técnicas de varejo que já abordamos aqui, como Retail Design e Vitrinismo. Ampliar o conhecimento de técnicas pode melhorar vendas, estimular o movimento na sua loja, contribuir para a fidelização de clientes e estimular o aumento do valor de marca.

 

O que é Visual Merchandising?

O Visual Merchandising é o conjunto de técnicas que padroniza tudo o que trabalha para vender o seu produto, como a vitrine, manequins, mostruário e Retail Design. Ele faz a propaganda externa e interna do seu negócio, criando uma identidade própria e despertando a necessidade de consumo em quem estava apenas passando.

É muito mais do que bons vendedores, boa vitrine ou boa fachada, é sobre como harmonizar tudo isso para contar uma história sobre a experiência de consumo relacionada ao seu negócio.

 

Como o VM funciona

Para o cliente que vai constantemente nas mesmas lojas, a sensação é a de que sempre existem produtos novos. A verdade é que eles, geralmente, sempre estiveram lá a maior parte do tempo, só mudaram de lugar, entrando em evidência de acordo com a necessidade do público ou data.

A maneira mais fácil de perceber isso é em lojas de roupas, onde as coleções só alteram a cada estação, de 3 em 3 meses.

A montagem dos manequins e vitrines tende a seguir um cronograma para que todas as principais roupas fiquem em evidência pelo menos uma vez até a chegada da próxima coleção.

Esteja o seu produto em um manequim, uma prateleira ou na vitrine, o Visual Merchandising conversa com as tendências que aproximam o público do produto, criando um relacionamento que fideliza a longo prazo.

É importante manter um registro completo de todas as vendas do seu empreendimento, pois é a partir desses dados que você vai definir o melhor horário de venda, quais produtos são mais vendidos e qual é o público que mais os consome. Com isso, é possível criar estratégias que valorizem o que está dando certo, e permitam testar novos caminhos para o que precisa ser melhorado.

 

 

Conte uma história através do seu produto ou serviço

Quando o cliente entra em uma loja e consegue entender o que cada setor quer vender, mesmo que ele não esteja identificado por placas, isso é o storytelling criado pelo Visual Merchandising.

Se ele deseja comprar roupas para uma determinada ocasião, como uma entrevista de emprego, ele vai direto na loja onde ele sabe que tem. E é esse saber que confirma que o Visual Merchandising fidelizou mais um cliente.

Até as peças de roupas que parecem comuns passam a fazer mais sentido quando combinadas com outros acessórios. Nos manequins elas atraem o cliente com estilo parecido, e expostas na loja ao lado de produtos com cores e cortes diferentes levam a imaginação de qualquer consumidor a criar outras possibilidades de combinações que o agradam.

 

Encante para estimular o consumo

O Visual Merchandising é, basicamente, a padronização e integração de tudo o que faz parte do empreendimento. É preciso ficar evidente o que o negócio oferece, desde a fachada, criando um sentimento de identificação com o público.

Além das cores e combinações de produtos na vitrine, o Visual Merchandising alinha o Retail Design com técnicas de venda. Se bem executado, ele seduz o consumidor a fazer a sua escolha, antes mesmo do vendedor entrar em cena.

É possível ver isso de maneira mais explícita nas lojas de departamento, em que cada espaço tem uma organização por cor e tipo, respondendo a todas as dúvidas que possam surgir na mente do cliente, e incentivando o consumo.

Aqui entra a importância do layout da loja, da iluminação adequada, da paleta de cores, do uniforme dos vendedores, dos móveis, da sinalização interna e da vitrine, e que tudo isso converse para transmitir a essência do seu empreendimento.

 

Veja no vídeo abaixo um pouco mais sobre Visual Merchandising e como aplicá-lo em seu negócio:

 

Além de atrair o consumidor, você precisa criar um ambiente confortável para que ele queira ficar tempo o suficiente para comprar bastante, e para isso, nada melhor do que estimular todos os sentidos.

 

Cupom promocional

Esse conteúdo te inspirou a fazer alguma atualização na Comunicação Visual do seu negócio?
Preencha o formulário abaixo e receba um CUPOM DE DESCONTO ESPECIAL para a contratação dos nossos serviços:



 

Experiência multissensorial e como ela pode estimular o consumo

Leia aqui

Multissensorial: conheça como essa técnica de vendas converte experiência em consumo

Se a primeira impressão é a que fica, a comunicação visual cria a experiência no PDV e vira a fotografia que seu cliente armazena como uma memória afetiva. Tudo faz parte das técnicas de venda baseadas em psicologia do consumo para criar um ambiente multissensorial que estimula o consumidor a comprar. Daí em diante, a imagem que ele tem do seu empreendimento é muito mais do que os olhos puderam ver, é um conjunto de técnicas que foram aplicadas para agregar valor a sua marca.

 

A trilha sonora é o conforto

Do planejamento do ambiente à escolha das músicas que tocarão no PDV, as estratégias comunicacionais são as peças-chave que agirão no subconsciente do consumidor e estimulará a aquisição de produtos e a preferência pelo seu espaço.

Nesse caso, a trilha sonora tem o papel de causar conforto e fazer o cliente entender que está em uma loja que tem tudo a ver com os seu gosto. Essa identificação com a música que toca no PDV também relaxa o consumidor e faz com que ele consiga concentrar-se nos produtos a sua disposição.

 

Toque para sentir a qualidade

A possibilidade de contato com o produto estimula a curiosidade e o tato. O sentido do toque é um dos mais importantes na hora de vender algo pois é o que confirma a sua qualidade. Apesar do mercado está migrando também para o online, raramente o consumidor vai adquirir algo à distância sem conhecer a sua marca.

 

 

O cheiro que marca momentos

O cheiro do ambiente provoca reações imediatas que vão direto para o sistema nervoso central. Isso desperta e até cria uma memória olfativa mais intensa e frequente. Sabe quando compramos uma peça de roupa nova e ela exala seu cheiro único? Isso transforma a ação de abrir o guarda-roupas em uma viagem em direção ao local onde vivemos a experiência daquela aquisição.

Comprar entrega dopamina ao cérebro, o hormônio do prazer. É uma ação que nos diz que naquele momento temos o poder de adquirir algo que queremos. Utilizar fragrâncias exclusivas no seu PDV conectam o produto que o cliente consome à sua marca, onde quer que ele esteja.

 

Cenários marcantes e funcionais

A organização visual de um PDV está presente desde o design mobiliário que proporciona circulação e acessibilidade, passa pela iluminação que valoriza o produto e vai até os detalhes do acabamento arquitetônico que identifica a sua marca. Nessa hora a comunicação visual é o que estimula o sentido mais óbvio, a visão. Mas ela precisa ser planejada e executada de forma equilibrada para gerar conforto e segurança, materializando a sua identidade e missão.

Em Santa Maria, a loja de roupa feminina Zana é um exemplo para quem busca viver essa experiência multissensorial. A sua comunicação visual, que contou com a parceira Jungton, está presente na riqueza de detalhes de uma fachada em ACM com elementos vazados, letra caixa em MDF, acrílico e luminosas, placas informativas, sinalização de setores, displays de mesa e até nos adesivos das suas vitrines.

O emprego dessas técnicas regou a árvore da trajetória da loja Zana e o fruto colhido é o sucesso já perceptível nas suas redes sociais. Um conjunto de estratégias simples que ao serem bem executadas fizeram toda a diferença na hora de se estabelecer como a preferida entre seu público. Um exemplo disso é a importância do conhecimento das técnicas de vitrinismo mais atuais para fidelizar.

 

Cupom promocional

Esse conteúdo te inspirou a fazer alguma atualização na Comunicação Visual do seu negócio?
Preencha o formulário abaixo e receba um CUPOM DE DESCONTO ESPECIAL para a contratação dos nossos serviços:



 

VITRINISMO

Como melhorar a porta de entrada da sua loja

LEIA AQUI